Artigo de professor e estudante do Departamento de Física da UFC recebeu destaque no portal da Sociedade Brasileira de Física.

O artigo “Sobre a teoria de Einstein para ondas gravitacionais e sua aplicação no estudo da radiação emitida por um pulsar binário.” de autoria de Matheus Pinheiro Ramos e Roberto Vinhaes Maluf, publicado na Revista Brasileira de Ensino de Física (RBEF 40, no.2, 2018, 10.1590/1806-9126-rbef-2017-0177) recebeu destaque no portal da Sociedade Brasileira de Física. Em 11 de fevereiro de 2016, os pesquisadores do LIGO (Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory) anunciaram a primeira detecção direta de ondas gravitacionais. Esta descoberta proporcionou, além da comprovação experimental da existência de ondas gravitacionais, a primeira observação da coalescência de um par de buracos negros. Este grande resultado para a física fundamental foi agraciado com o Prêmio Nobel em Física de 2017.

Neste último ano a Revista Brasileira de Ensino de Física vem publicando uma séria de artigos sobre o assunto. Recentemente, um artigos publicado por um professor e um aluno do Departamento de Física da UFC foi citado como referência para aqueles que querem compreender melhor este incrível resultado da ciência moderna. Neste artigo foi mostrado de forma didática a dedução da equação de onda relacionada com as chamadas ondas gravitacionais. Mostrou-se que as referidas ondas surgem naturalmente como soluções das equações de Einstein linearizadas, após a escolha de um sistema de coordenada (gauge) adequado. Discutiu-se ainda a geração de ondas gravitacionais e a natureza quadrupolar da radiação gravitacional emitida por um sistema binário em órbita circular. Por fim, os resultados obtidos foram aplicados aos dados observacionais da binária de Hulse-Taylor, obtendo assim uma noção dos valores que cercam este tipo de evento e também do quão precisa é a teoria apresentada. Mais informações em:

http://www.sbfisica.org.br/v1/index.php?option=com_content&view=article&id=963:2017-10-05-17-10-57&catid=151:destaque-em-fisica&Itemid=315

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-11172018000200402&lng=en&nrm=iso&tlng=pt